Economia Brasileira tem “Futuro” – Realidade

Como as pessoas dizem que a economia está em crise, mas será mesmo? Vejo todos os dias pessoas abrindo negócios no mesmo nicho e fracassando, enquanto outras estão se dando bem. Veo advogados ricos e advogados pobres, engenheiros pobres e engenheiros ricos. Dai eu me pergunto? Será que existe uma fórmula para o sucesso? Ou seria só sorte do acaso? Coisas da economia? Vamos ver isso mais abaixo!

Sinais de Melhora na Economia Brasileira 

Você pode ter um negócio local, então você precisa saber sobre isso! As possíveis melhores na economia brasileira nos próximos anos!

Segundo o IBGE, o índice de acesso ao público atingiu 12,2% no último trimestre em janeiro, representando 12,7 milhões de pessoas desocupadas, um número pouco acima do registrado no trimestre anterior (11,85). O que é da primeira vista parece ser algo mais que a resolução da dispensa de funcionários, que são tradicionalmente

Empreendedores para a sua estada em dezembro. Em relação ao tempo ele-de-sete anos de 2017, o orientador do desemprego e o modelo de segundo trimestre do ano anterior (12,6%). Setores como a construção civil já está longe de ser a onda de dispensas e novas

A inflação oficial, medida pelo epítome nacional de Preços ao Frigorífico Múltiplo (IPCA), teve o seu valor acumulado em 2,94%, em boa parte dos 6,29% registrados em 2016. Com as taxas mais baixas e expectativas para uma taxa menor, uma taxa indispensável de juros (Selic), de outro modo feito em seu ciclo de ações. Nas oito reuniões do Junta de Política Monetária (Copom) em 2017, a Selic foi reduzida sucessivamente, em decorrência de 13,75% para 7% ao ano. Neste ano, o Copom fez mais um corte para 6,7%, um baixo taxa de juros da série histórica, em 1986.

O setor de construção tem sido um dos mais prejudicados pela crise política e financeira. As noticias de face cancelam a credibilidade das grandes empresas que trabalham no mercado de trabalho, levando à consolidação de suas dívidas e exonerações em massa nos anos após ano. Maisons, uma blindada divulgada na quarta pela Confederação Nacional da Indústria (CNI)

A confiança dos seus melhores resultados é de 57,2 pontos em janeiro, mantendo-se acima da média (52,8 pontos). O processo de formação da bolsa de anos pode ter diminuído em 60% em relação ao mesmo período do ano passado. Fiesp), que vem além de uma expectativa de recuperação do emprego para a indústria paulista em 2018, com 24,4% dos produtos afirmando que pretendem enaltecer o número de vagas.

O mercado imobiliário obteve grande crescimento na última geração, com o preço das casas em alta, e um grande número de negócios puxados pelo mercado imobiliário e inflação na baixa. Mas a recuada em 2014 e 2015 fez com que a floresta de lançamentos diminuíssem extremadamente. Se depender da possibilidade positiva do setor, 2018 será o ano da alta. 

No mês de janeiro desse ano, o fluxo de investimento direto no pais obteve melhoras, com a aplicaçção de 6,5 bilhões de dólares, mais do que os 3,7 bilhões que o Banco Central diria. Isso nos mostra uma alta na confiança na economia nacional.

Através da leitura desse artigo podemos ver que a economia Brasileira está melhorando em diversos aspectos, porém é preciso uma ação das pessoas para fazer com que as coisas se movimentem! É preciso crescer e ter mais conhecimento para acompanhar o mundo em constante transformação que existe hoje! Não é preciso dizer que para vencer no mundo  de hoje é necessário bastante força de vontade de disciplina incalculável. Estudem!

Administrador

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *